FANDOM


Eu nunca cheguei a matar nada. Ela sempre fazia essa parte.

–Atreus sobre sua mãe, durante seu treinamento

Atreus é o filho de Kratos e Laufey, bem como o deuteragonista de God of War. Para os gigantes, ele é conhecido com o Loki.

Biografia

Início da vida

Atreus foi concebido entre o grego espartano Kratos e uma giganta nativa de Jötunheim chamada Laufey, a quem ele e seu pai chamam de "Faye". Ele era uma criança enfermiça e só recentemente ficou saudável o suficiente para a sua jornada. Seu passado não foi extensivamente revelado, no entanto, está implícito que ele e sua mãe viveram sem Kratos por um tempo, pois o próprio Kratos não tem certeza da capacidade de caça do menino e, respeitando os desejos de Faye, não ensinou ele próprio. Algum tempo depois, Kratos retorna. É mostrado que a mãe, aparentemente, havia falecido por razões não esclarecidas.

Algum tempo depois da morte de sua mãe, Atreus começa a aprender a caçar e matar com seu pai, Kratos. Kratos também o ensina a lutar e o garoto assume o papel de assistente, usando suas flechas eletrificadas. Ao contrário de Kratos, Atreus não é um assassino nato e parece hesitar diante da perspectiva de acabar com uma vida, até mesmo a de um monstro que está atacando seu pai. Ele está, no entanto, disposto a lutar.

God of War (2018)

Os dois, então, iniciam a sua missão de levar as cinzas da mãe ao pico mais alto do Reino Nórdico. Depois de espalhar as cinzas de sua mãe com o pai, ele pergunta por quê ele foi chamado de "Loki" nos desenhos nas paredes que encontraram mais cedo, que descreviam sua jornada. Kratos diz a ele que sua mãe queria chamá-lo de Loki e especulou que esse era o nome que ela disse aos Gigantes de Gelo. No entanto, Kratos continua e diz que convenceu Faye a deixá-lo nomeá-lo Atreus.

Kratos diz a seu filho que seu homônimo era um grande guerreiro espartano que, ao contrário da maioria dos espartanos, era feliz e cheio de vida. Durante e após as batalhas, ele enchia seus companheiros espartanos de esperança graças a seu comportamento jovial. Quando ele foi morto em batalha, o próprio Kratos levou-o de volta para Esparta, em seu escudo, e pessoalmente o enterrou. Kratos queria que seu filho fosse chamado de Atreus pois ele o enchia de alegria. Atreus fica surpreso com a história, e comenta que seu pai finalmente contou uma boa história.

Armas e Poderes

Não sei até onde vai sua divindade, mas com o tempo... vamos saber.

–Kratos para Atreus

  • Arco da Garra - Ele empunha um arco e, desde que ele não esteja distraído, é um arqueiro preciso. Depois de receber a corda de arco encantada com a magia de Alfheim e energizá-la com a luz de Alfheim, Atreus reativa a magia dos elfos contidos em certa arquitetura élfica. Depois de ter o arco encantado com as propriedades do dente de um dragão, ele ganha a habilidade de disparar flechas-relâmpago. Atreus também recebe flechas feitas de visco, mas a maioria delas são destruída por Freya porque (sem o conhecimento de Atreus e Kratos) o visco é capaz de quebrar o feitiço da imortalidade colocado no filho de Freya, Baldur.
  • Flechas Elétricas - Depois de destuir Hræzlyr, Sintri pegará a presa dele e revelará que pós passar a presa na corda do arco, as flechas se tornaram elétricas, assim é possível que Atreus consiga disparar contra cristais vermelhos.
  • Flechas de Luz - Depois de chegar ao centro de Alfheim e coletar a luz com a Bifrost, Kratos irá passar ela na corda do arco de Atreus e então ele poderá disparar flechas de luz, assim consiguirá disparar contra cristais azuis.
  • Faca de Faye (antigamente): Além do arco que ele empunha, Atreus também possui uma faca que pertenceu a sua mãe, Faye. Ele a usa como arma secundária e a usa para matar um cervo. A faca é destruída ao ser enfiada dentro de um mecanismo de engrenagem, pois Atreus teve de fazê-lo para salvar seu pai de ser morto por uma armadilha.
  • Faca de Atreus: Depois que Atreus sacrifica a faca de sua mãe para salvar seu pai, ele recebe uma nova faca de seu Kratos. A nova faca é uma das duas facas que Kratos fez no dia em que Atreus nasceu. É feita de uma mistura de metais da terra natal de Kratos e metais das terras em que eles estão atualmente. Uma das facas foi feita para o próprio Kratos e a outra faca foi feita para ser entregue a Atreus no dia em que ele estivesse pronto para empunhá-la. Atreus observa que a faca é muito melhor que a faca de Faye.
  • Vigor Sobre-Humano: Apesar de não chegar ao nível de seu pai, Atreus tem uma resistência tremenda e é capaz de percorrer longas distâncias pela floresta, sem mostrar sinais de fadiga.
  • Onilinguismo: Além das línguas ensinadas a ele por sua mãe, Atreus tem o talento inato de entender as línguas escritas e faladas das quais nunca ouviu falar ou ler antes, traçando suas conexões. Com cifras de idiomas, Atreus pode aprender, rapidamente, a ler as línguas Niflheim e Muspelheim. Quando recebe um pote de vinho da terra natal de Kratos, Atreus aprende a ler algumas das palavras em grego. Até Mimir, o homem mais inteligente dos nove reinos, nota as capacidades linguísticas de Atreus para alguém de sua idade.
    • Ele pode até mesmo entender alguns animais, pois ele entende o que o animal de carga de Brok estava sentindo, bem como ouvir a tartaruga gigante acima da casa de Freya e entender que seu nome era Chaurli.
    • Ele conseguiu entender a língua nativa falada pelos anões e elfos escuros.
    • Ele também é capaz de entender uma alma que se prendeu dentro de um anel mágico, que se colocara lá para escapar de um comedor de almas.
    • Ele foi capaz de construir uma frase no idioma morto da Serpente do Mundo, apesar de ouví-lo poucas vezes
  • Fúria Espartana: Atreus tenta usar a Fúria Espartana quando Modi tenta matar seu pai e zombar de sua mãe, mas devido a sua falta de experiência e destreza física, ele logo desmaia devido ao estresse.
  • Sentidos Sobre-Humanos: Ele afirma, em muitas ocasiões, poder sentir os outros e suas emoções, incluindo seus poderes, além de ouvir vozes por causa dessa habilidade. Possivelmente devido à sua herança gigante, ele é capaz de sonhar com o futuro.
  • Durabilidade: Atreus pode suportar numerosas lesões, cair de grandes distâncias e aterrissar sem quebrar nenhum osso. Ele também resiste a um soco poderoso de Baldur durante a última batalha contra ele.

Personalidade

Atreus é uma criança feliz e curiosa que é gentil com os outros quando se envolve em conversas com eles, acreditando que ele deve ajudar as pessoas, estejam elas vivas ou mortas. Ele gosta de explorar e aprender sobre a mitologia nórdica, particularmente com Mímir e Freya.

Quando criança, sua mãe o ensinou várias línguas nórdicas, bem como a caçar. No entanto, seu jeito gentil, inicialmente, o faz hesitar em tirar uma vida, seja um inocente cervo ou um troll que esteja atacando seu pai. Apesar disso, Atreus constantemente tenta provar a seu pai que ele pode cuidar de si. Está implícito que ele se sente indesejado por seu pai, e que esse sentimento de rejeição é o que o leva a se tornar um guerreiro melhor.

Atreus tem muitas falhas, decorrentes de sua juventude e inexperiência, mas parece que também herdou algumas das características negativas de seu pai, mais notavelmente sua raiva e excesso de confiança. Quando Atreus aprende sobre sua divindade, ela lentamente começa a mudá-lo devido a um mal-entendido sobre o que significa ser um deus, somado ao desejo do pai de que ele seja melhor. Neste ponto, ele se torna arrogante e impulsivo, muitas vezes correndo imprudentemente para a batalha, sem pensar duas vezes. Logo ele já não tem problema em tirar uma vida, como quando ele mata Modi, acreditando que ser um deus lhe dá o direito de fazer o que quiser. Isso também o torna muito descuidado na batalha. Isso é evidente durante uma briga com Baldur: Atreus desobedece as ordens de seu pai de se afastar, fazendo com que os dois sejam teletransportados para Hel. Depois de ser lecionado por Kratos sobre o significado de ser um deus, Atreus retorna à sua personalidade anterior, na maior parte do tempo. Depois de testemunhar a tentativa de Baldur de matar sua própria mãe e aprender a verdade sobre o passado de Kratos, Atreus se torna muito mais humilde. Ele se repulsa diante da idéia do ciclo de patricídio depois de ter aprendido sobre a morte de seu avô, Zeus, nas mãos de Kratos.

Apesar de aprender sobre sua divindade, ele ainda mantém suas qualidades infantis. Ele também mantém sua compaixão, vista quando ele tenta proteger Kratos durante a batalha final contra Baldur. Outra coisa a se notar é sua contínua devoção ao pai. Atreus não parece perturbado ou chateado quando seu pai admite ter matado um membro de sua própria família, e talvez tenha visto isso como um ato de sinceridade por parte de seu pai. Atreus continua ao seu lado enquanto eles espalham as cinzas de sua mãe e continua a conversar com ele.

Aparência

Atreus é um menino de cabelos castanhos. Ele tem leve sardas no rosto e seus olhos são de um azul gelado. Ele se veste com couros e peles. Ele chega ao quadril de seu pai e parece ter cerca de dez anos de idade. 

Curiosidades

  • Atreus é o primeiro filho de Kratos a nascer após a morte dos deuses do Olimpo e não ter nascido na Grécia.
  • Ele não estava inicialmente ciente do status de semideus de seu pai, e apenas assumiu que ele era muito forte, nunca se surpreendendo com suas façanhas físicas. Ao saber sobre o passado divino de seu pai, bem como sobre sua própria herança, Atreus muda de personalidade, ficando muito mais frio e insensível; tal conhecimento começou a corrompê-lo lentamente. Isso perturba Kratos, uma vez que esta era a razão pela qual Kratos estava hesitante em revelar seu status de deus em primeiro lugar. Kratos só revela seu status de deus para Atreus depois de Mímir afirmar que se Kratos não revelasse a verdade a ele, poderia causar mais danos à personalidade de Atreus no futuro.
    • Embora Kratos eventualmente conte a Atreus que ele é um deus e que tenha matado seu próprio pai, não se sabe se Kratos vai contar a história inteira de seu passado, incluindo sua primeira esposa e filha.
  • Antes da Sony Livecast em 14 de junho de 2016, Charlie era o codinome que Atreus recebeu.
    • A tartaruga gigante que eles eventualemten encontram no jogo é chamada Charlie ou Chaurli.
  • Atreus é parcialmente baseado no próprio filho do diretor criativo Cory Barlog. Aspectos do jogo como Atreus ter que traduzir nórdico antigo para Kratos foi inspirado em situações da vida real que ele teve com seu filho.
  • Assim como seu pai e tio, ele tem marcas no lado esquerdo do rosto. Embora muito fracas, as marcas parecem semelhantes à tatuagem do pai e à marca de nascença do tio.
  • Assim como Deimos, Atreus é um parceiro que só ataca ao comando de Kratos.
  • Depois de saber de sua divindade, ele pergunta ao pai se ele pode se transformar em um animal, como um lobo. Os deuses gregos e nórdicos tinham o poder de se transformar em animais. Este é também um presságio sobre sua verdadeira identidade como Loki, o deus nórdico da trapaça que é capaz de mudar de forma.
    • Apesar de seu outro nome ser Loki, Atreus nunca se mostra especialmente pernicioso.
  • Existem muitas razões pelas quais Atreus é, de fato, Loki e não foi apenas nomeado em homenagem a outra pessoa; Além de sua mãe ser Laufey, há o fato de que Kratos teria ressalvas sobre seu filho ter o nome de um deus, mas não demonstra ressentimento ou má vontade em relação à decisão.
  • A I.A. de Atreus muda conforme a história principal avança. Depois de ser informado de sua divindade, ele começa a atacar inimigos sozinho com sua faca e até a atirar flechas sem que Kratos ordene. Se ele estiver zangado com Kratos, Atreus não o ajudará em algumas batalhas, até mesmo deixando Kratos para se defender sozinho.
  • Atreus é o segundo personagem da série God Of War a matar um deus.
  • Na mitologia grega, Atreu foi rei de Micenas no Peloponeso, filho de Pélope e Hipodâmia, e pai de Agamenon e Menelau. Kratos nomeia seu filho Atreus para lembrá-lo de sua herança grega.

Referências

  1. ↑ http://www.gamespot.com/articles/god-of-war-ps4-doesnt-include-multiplayer-wont-be-/1100-6441104/ (Link em inglês)